• Santos SP (13) 3221-4244 | São Paulo - SP (11) 5084-1641 | João Pessoa PB (83) 3031-6542 | Campina Grande PB (83) 3341-5354
  • contato@drmariomedeiros.com

 

O ácido hialurônico é uma substância que está presente em todos os organismos vivos. No ser humano sofre degradação diária, diminuindo sua concentração nos tecidos e favorecendo o aparecimento das rugas. Geralmente, o ácido hialurônico presente na pele vai diminuindo com o envelhecimento e, por isso, a hidratação e elasticidade da pele diminui o que provoca o surgimento de rugas, marcas e manchas na pele.

Desta forma, para rejuvenescer a pele, pode-se usar ácido hialurônico através de aplicação de cremes, de comprimidos ou mesmo através de injeções na pele.

Rugas são ocorrências completamente naturais. Se olharmos bem o rosto de um bebê é possível identificar marcas de expressão. Nesta fase são discretas e poucas, porém, com a idade, a pele vai se tornando mais delgada e menos elástica associado à gravidade e movimentos de repetição permitem o aparecimento de mais rugas e mais expressivas.


Os preenchedores são substancias injetadas na pele que amenizam essas rugas e visa seu restabelecimento, sendo indicado para preencher rugas, sulcos e linhas de expressão nos seguintes locais:

Rugas e vincos em volta dos lábios
Sulcos nasogenianos (“bigode chinês”)
Aumento dos lábios e filtro labial

O efeito do ácido hialurônico é muito natural e dura aproximadamente um ano, podendo haver variação de indivíduo para indivíduo. O procedimento não requer cortes e não deixa cicatrizes, isso porque é realizado em consultório, com anestesia tópica (pomada) ou bloqueio de nervo, sem maiores desconfortos para o paciente, possibilitando convívio social e de trabalho após a aplicação. O período de ação é de 9 meses, em média. Podendo ser reaplicado após esse período.

 

Cuidados depois de usar o ácido hialurônico

Alguns estudos científicos recomendam fazer massagem no local com a ponta dos dedos por de dois a três dias, mas caso haja hematomas, massagear se torna contraindicado. O ideal é não se expor ao sol, principalmente se os roxos se formarem, e pode-se usar gelo no local nas primeiras 24 horas.

 

Contraindicações

A aplicação do ácido hialurônico não deve ser feita em indivíduos com hipersensibilidade conhecida ao composto. Também é contraindicada em pessoas com problemas com a coagulação. Não deve ser aplicado dentro ou perto de áreas em que haja doença ativa de pele, inflamações ou feridas. Não deve ser injetado em uma área onde um implante permanente tem sido colocado.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)

Menu Mobile